rss parque aventurastwitter parque aventurasfacebook parque aventuras

PETAR

“Rico pelas belezas das suas matas, cavernas, cachoeiras e pela receptividade da sua gente!”

O PETAR

O PETAR (Parque Estadual Turístico do Alto Ribeira) é a Unidade de Conservação com a maior concentração de cavernas do Brasil (cerca de 350 mapeadas) e faz parte de um importante 'continuum ecológico'. É conhecido também com o Parque das Cavernas. Não só de cavernas é composto o PETAR, mas também de inúmeras cachoeiras, trilhas, comunidades tradicionais e quilombolas, sítios arqueológicos, paleontológicos e culturais É realmente um verdadeiro paraíso escondido entre vales e montanhas na maior porção de Mata Atlântica preservada do Brasil. Possuí 35 mil hectares e está localizado entre os municípios de Apiaí e Iporanga. Cidades que estão ao sul do Estado de SP, entre as capitais de São Paulo e Curitiba. A variedade de esportes de aventura possíveis de se praticar na região é muito grande: rapeis com mais de 130 metros de altura, boia cross nas águas cristalinas do Rio Betari, cascading (rapel em cachoeiras), escaladas dentro de cavernas e trekking são alguns exemplos. As cavernas do PETAR oferecem vários níveis de desafios. Há opções para todos os gostos: cavernas com água, com escaladas e cavernas com escadas e passarelas, para facilitar os acessos dos visitantes de primeira viagem. Todo passeio no PETAR deve ser feito sempre acompanhado por um monitor local seguindo regras específicas de cada caverna.

OS NÚCLEOS DE VISITAÇÃO

O PETAR possuí quatro núcleos de visitação que estão estrategicamente localizados e auxiliam não só como bases de fiscalização mais também do controle do fluxo de visitantes. Conheça um pouco mais dos Núcleos:

Núcleo de Santana:

É o mais visitado do PETAR e onde estão algumas das principais cavernas, como a Caverna de Santana, a Caverna do Morro Preto e a Caverna da Água Suja, além de cachoeiras magníficas: Cachoeira das Andorinhas com Betarizinho e Cachoeira do Couto. Está localizado próximo ao Bairro da Serra (Iporanga) e do Núcleo Ouro Grosso, onde ficam a maioria das pousadas e campings.

Núcleo Caboclos:

É um núcleo mais isolado do restante do PETAR. Nele estão as Cavernas da Temenina e Desmoronada. Todas exóticas e magníficas. O acesso a essas cavernas não são tão fáceis. Único núcleo a possuir área para camping (dentro do parque). Somente a Caverna da Temenina e do Complexo Aranhas / Chapéu estão abertas a visitação.    

Núcleo Casa de Pedra:

Nesse núcleo está a Caverna Casa de Pedra, caverna com o maior pórtico do mundo, cerca de 215 metros de altura. É permitido somente visitar o pórtico da mesma. A visita ao seu interior não permitida. Mas apenas a trilha e o visual do pórtico compensam qualquer esforço.      

Núcleo Ouro Grosso:

Está localizado junto ao Bairro da Serra. Tem como principal atrativo a Caverna do Ouro Grosso, considerada por muitos a caverna mais difícil de fazer do PETAR. Nele também está a Caverna do Alambari de Baixo.     A Parque Aventuras está localizada junto aos Núcleos de Santana e Ouro Grosso, mas oferecemos atividades em todos os Núcleos do PETAR.

HISTÓRICO

O PETAR também é rico em histórias com mais. 59 anos, desde a sua criação. (Abaixo informações – trechos obtidas do Plano de Manejo do PETAR – texto oficial – Fundação Florestal / SP). Antecedentes Históricos à Criação do PETAR: Podemos encontrar hoje alguns registros históricos de naturalistas que visitaram essa região do Vale do Ribeira já no início do século XX, onde todos revelam as belezas cênicas e a importância científica das cavernas da região. Em 1906 o “Doutor Presidente do Estado de São Paulo”, Jorge Tibiriçá declara de utilidade pública as terras do Vale do Ribeira onde há grutas calcarias. Em 1910 o Estado adquiriu a Gruta da Tapagem (atual Caverna do Diabo), bem como as grutas do Vale do Monjolinho, visando proteger as cavernas e o interesse turístico da região (Marinho, 2002). Esta medida efetiva de proteção ao Patrimônio Espeleológico no Brasil configura o primeiro passo em direção à futura criação de um parque, mas somente na década de 1950 renasceu o efetivo interesse em proteger as cavernas e florestas nativas do Alto Ribeira. Pode-se afirmar que a criação do PETAR nasceu do desejo e da obstinação de dois homens: o engenheiro Epitácio Passos Guimarães e o topógrafo Pedro Comério, ambos funcionários do Instituto Geográfico e Geológico (IGG), responsáveis por estudos de prospecção das minas de calcários. Encantados com a beleza da região, propagaram um movimento para que o Estado reconhecesse a importância da área. Como resultado destas iniciativas, em19 de maio de 1958, o Decreto nº 32.283, do então Governador Jânio Quadros, materializou a criação do Parque Estadual do Alto do Ribeira (PEAR), cujo nome, posteriormente, foi alterado para PETAR. Dos anos 1960 até a década de 1980, espeleólogos de diversos grupos realizaram uma vasta quantidade de trabalhos técnicos e de documentação do patrimônio espeleológico das regiões do Vale do Ribeira e Alto Paranapanema. Em 1964, organizam o primeiro Congresso Nacional de Espeleologia na entrada da caverna Casa de Pedra; fundam a Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE) em 1969, que abraçou o objetivo de organizar as diretrizes da espeleologia nacional. Encabeçando um movimento de preservação das cavernas da região e levando à efetiva implantação do PETAR no início dos anos 1980. (Capítulo Histórico – Plano de Manejo do PETAR – 2010) Em 1989 foram realizadas algumas “melhorias” no interior da Caverna de Santana, como a construção de pontes e passarelas e foi implantado um dos Núcleos de Visitação do PETAR, o Santana. Os Srs. Joaquim Justino e Vandir de Andrade, moradores locais e respectivamente pais dos sócios proprietários da Parque Aventuras, Jurandir e Júnior, participaram arduamente de todo o processo de implantação do PETAR. Da demarcação à sua exploração e levantamento dos atrativos turísticos. Venha conhecer um pouco dessa história com os nossos monitores. Conheça o PETAR com quem nasceu e cresceu aqui! Você pode conferir o Plano de Manejo do PETAR, completo, no site: www.petaronline.com.br
Related posts